Seu convite para a Clubhouse chegou. Você vem?

0
120
Seu convite para a Clubhouse chegou. Você vem?

Seu convite para a Clubhouse chegou. Você vem?

Você ainda assiste a lives no Instagram, Facebook, Youtube ou Linkedin?

Quando começou a pandemia, surgiu também a febre de lives. Eram milhares durante o dia todo, sobre os mais variados assuntos.

As lives surgiram na tentativa de suprir a falta de contato físico, e fazer com que pudéssemos viver melhor a fase de quarentena, praticamente 100% do tempo em casa.

Mas, passou…surgiram vários memes a respeito, e, ficamos cansados desta forma de interação.

E agora, quase um ano depois, nos deparamos com uma nova onda – a das salas, da Clubhouse.

Não se trata de uma casa noturna, ou bar, mas, é mais ou menos esta a ideia.

Por meio de áudio apenas, nos reunimos em salas, com temas definidos, speakers e moderadores.

As pessoas ainda estão descobrindo esta nova rede, que aqui no Brasil surgiu quase que de um dia para o outro.

Sim, porque ela foi lançada em março de 2020, mas só em 31 de janeiro de 2021 ela explodiu. (Graças ao Elon Musk, fundador da TESLA, que resolveu dar as caras na rede para falar sobre o que desse na telha. E isso chamou a atenção do mundo.)

Eu fui convidada para fazer parte da rede em 23/01. Na época, só tinham salas em inglês, e, confesso que a proposta (rede social só por áudio) não me chamou a atenção, em um primeiro momento.

Mas, há duas semanas, comecei a receber uma chuva de pedidos de pessoas que queriam fazer parte da rede (que só funciona para Iphone e por convite, até o presente momento).

E aí minha curiosidade aflorou. Comecei a pesquisar mais sobre os conteúdos, ver que tipos de assuntos estavam sendo abordados, quem estava lá e por quais motivos.

Na primeira semana, eu parecia uma barata tonta, indo de sala em sala.

É muita coisa acontecendo ao mesmo tempo, e fica difícil saber onde entrar. Mas, aos poucos, a gente vai pegando o jeito.

Baseado nas pessoas que você curte e nas salas que entra (assuntos) você começa a ver mais e mais conteúdos relacionados.

E é aí que a coisa começa a ficar interessante! Hoje, por exemplo, estava em uma sala em que o assunto abordado eram dicas para um melhor uso do Instagram, assunto que me interessa bastante.

E a grande tirada desta rede, é que você participa das salas com pessoas que são muito conhecidas em suas áreas e estão ali, prontas para dar dicas preciosas e interagir com algumas pessoas (existem salas com mais de 1000 participantes e, na rede como um todo, mais de 5 milhões de usuários e a expectativa é que continue crescendo)

Minha recomendação:  não torça o nariz para a Clubhouse antes conhecê-la melhor.

Tudo ainda é novidade para muita gente, há diversas dicas sobre sua utilização sendo dadas todos os dias nas salas e a própria rede vem implementando melhorias baseadas nos feedbacks dos participantes.

Se vai durar?

Não temos como saber! Pode ser uma febre de momento, mas a proposta é interessante e, com certeza, tem muita coisa a ser explorada.

É ótima, por exemplo, para networking e te coloca em contato com pessoas do mundo todo.

Então, se você cansou das lives, prepare-se para uma nova modalidade de conteúdo! Quem sabe você não acaba criando sua própria sala ou clube?

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui