Treinamento pra quê, afinal?

0
72
Treinamento - Pra quê, afinal?

Treinamento – Pra quê, afinal?

G

erentes não estão fazendo o suficiente para treinar seus funcionários para o futuro”.

Esse é o título de um artigo escrito por David W. Ballard, diretor da American Psychological Association (APA), publicado no site da Harvard Business Review.

Tomando como base a pesquisa  “2017 Work and well-being Survey”, publicada pela própria associação*, o psicólogo afirma que o treinamento/desenvolvimento aparece como o segundo motivo de insatisfação dos funcionários nos Estados Unidos. O primeiro é a baixa remuneração.

Dados da pesquisa da APA apontam que apenas 50% dos entrevistados revelaram que seu empregador oferece oportunidades adequadas para o avanço interno na carreira. Ballard entende haver uma corresponsabilidade quando o assunto é aperfeiçoamento.

“Embora seja razoável esperar que os funcionários mantenham suas habilidades no trabalho atualizadas e busquem ativamente oportunidades de treinamento, é claro que a responsabilidade não pode ser apenas das pessoas”, afirma.

Treinamento e motivação

O
caminho natural de colaboradores que não possuem qualificação ou competência para desenvolver sua tarefas diárias é o desânimo, baixo rendimento, comodismo, desmotivação progressiva, estresse, entre outros.

Para desviar a rota desse caminho (muitas vezes sem volta!), é essencial que as empresas preparem os funcionários e a organização para enfrentar os desafios futuros.

Ballard dá algumas dicas de como fazer isso:

  • Estabeleça tempo durante o horário de trabalho regular para treinamento e desenvolvimento, para que os colaboradores não precisem negligenciar outras tarefas, dedicar horas extras ou usar horário fora do trabalho.
  • Forneça treinamento de habilidades específicas para o trabalho e atividades de desenvolvimento que ajudem os funcionários a avançar na organização ou em relação a seus objetivos mais amplos de carreira.
  • Envolva os funcionários no processo de identificação dos conhecimentos e habilidades que eles precisam no curto e no longo prazo, e alinhe os esforços de treinamento e desenvolvimento com os objetivos organizacionais maiores.
  • Ofereça oportunidades para praticar. Para que os novos conhecimentos e habilidades adquiridos durante o treinamento permaneçam, os funcionários precisam realmente aplicá-los no trabalho.
  • Recompense e reconheça os funcionários por seus esforços de desenvolvimento. Elogie abertamente os colaboradores que buscam oportunidades de treinamento. Celebre as pessoas que conquistam uma certificação, e destaque os gerentes que estão se esforçando para desenvolver sua equipe e levar a organização adiante.

Fale com a Palestrarte!

A
judar você a motivar, encorajar, provocar, envolver seus funcionários com a organização é um dos nossos maiores talentos.

Conheça nosso catálogo de treinamentos, workshops, vivências, experiências e espetáculos corporativos e saiba como podemos ajudar você a realmente incentivar seus colaboradores de maneira criativa e surpreendente.

Deixa um comentário

Please enter your comment!
Por favor digite seu nome